Índio Brasileiro (2014)

Intervenção urbana

Índio Terra Sangue

 

Intervenção urbana Índio Brasileiro foi realizada no dia 19 de abril de 2014 no centro da cidade de São Paulo nas imediações do Teatro Municipal, Viaduto do Chá e Rua Peixoto Gomide.

 

A intervenção é um desdobramento da série Cores e Traços da Origem, exposição da atriz e artista plástica Thaís Medeiros realizada na ALESP em 2011. A imagem é inspirada em foto de Rodrigo Petrella

 

A intervenção “Índio Brasileiro” ocupa a cidade e busca uma religação afetiva com as culturas indígenas, nossa memória e com as pessoas que circulam no espaço urbano. A ação tem o intuito de abrir pequenas paisagens, trilhas, poesias no cotidiano da metrópole.

 

Pretende provocar um olhar, um tempo, bem como questionamentos e reflexões sobre as culturas indígenas e os ataques que os povos originários sofrem em seus territórios no Brasil.

 

Um grito na urbe, uma atitude de ocupação, de presença e de resistência contra o genocídio e etnocídio.

Qual a sua participação ativa ou passiva nestes atos?

 

A contemporaneidade destruindo nossa cultura, nossa origem e os territórios dos povos da floresta…

 

O que você sente ao ver os carros passando sobre a imagem do índio brasileiro? Você tem medo de que os carros passando a façam desaparecer?

 

O que é para você? índio, terra sangue…

 

O que isso quer dizer?

 

Eu admiro mas não tenho coragem…

 

Vocês vão falar alguma coisa?

 

Por que vocês estão fazendo isto?

 

Não…

VEJA O PROJETO NO FACEBOOK

FICHA TÉCNICA

 

Criação e Concepção: Thaís Medeiros

Com Camila Simoni, Daniele Nunes, Fábio Assunção, Ivan Medeiros, Patricia Moino, Thaís Medeiros e Ulysses Sanchez.

Fotografia: Rodrigo de Jesus e Johnny Macedo

Produção e realização: Coletivo Galeria Gruta

Imagem inspirada em foto de Rodrigo Petrella

Produção Coletivo Galeria Gruta